sábado, 31 de dezembro de 2016

A Dançarina

Título original:La danseuse
Género:Drama, Musical, Biografia
Outros dados:FRA/BEL/República Checa, 2016, Cores, 108 min.


Marie Louise Fuller nasceu em Hinsdale, Illinois (EUA), a 15 de Janeiro de 1862. Ligada à dança desde muito nova, desenvolveu as suas próprias técnicas naturais de improvisação. Usando longuíssimos vestidos de seda, inventou a "dança serpentina", uma combinação inovadora de cor, luz e fluidez de movimento. Ao perceber o efeito dos reflectores nas suas vestes, resolveu explorar todas as possibilidades de iluminação. Cedo se tornou famosa no seu país, com as suas belas e revolucionárias coreografias. Mas sentia que não era levada a sério pelo público norte-americano, que a considerava apenas uma actriz. Em Paris, pelo contrário, sentiu-se acolhida como uma verdadeira artista, o que a levou a permanecer em França até ao fim da vida. O seu encontro, no início do séc. XX, com Isadora Duncan (1877-1927) – uma jovem e ambiciosa bailarina que resolveu ajudá-la e com quem fez uma digressão pela Europa – iria transformar a sua vida.


Estreado no Festival de Cinema de Cannes, um filme biográfico que adapta a novela do historiador e crítico de arte Giovanni Lista sobre a bailarina e coreógrafa Loïe Fuller (1862-1928). A realização e argumento são da responsabilidade da estreante Stéphanie Di Giusto. Soko, cantora francesa de origem polaca, dá vida à protagonista; Lily-Rose Depp, Gaspard Ulliel, Mélanie Thierry, François Damiens, Louis Garrel e William Houston acompanham-na.

Sem comentários:

Enviar um comentário