terça-feira, 17 de maio de 2016

Milagre de Lourdes

Título original:Milagre de Lourdes
Género:Drama
Classificação:M/12
Outros dados:FRA, 2011, Cores, 109 min.


Marie-Bernarde Soubirous nasceu em Lourdes (França), a 7 de Janeiro de 1844, no seio de uma família muito pobre. Desde pequena, teve uma saúde débil e dificuldades de aprendizagem. No dia 11 de Fevereiro de 1858, com 14 anos, terá assistido a uma aparição de Nossa Senhora numa gruta denominada Massabielle. Enquanto o caso era analisado pela hierarquia eclesiástica, que se comportava com cepticismo e prudência, curas inexplicáveis eram verificadas no local. A jovem afirmou ter tido 18 visões da Virgem Maria entre Fevereiro e Julho de 1858. Nessa altura, foi submetida a interrogatórios severos. Mas, até ao dia da sua morte, nunca vacilou nas suas convicções. Mais tarde, já em 1860, para fugir à curiosidade da população, refugiou-se no hospital das Irmãs da Caridade de Nevers. Ali aprendeu a ler a escrever e, em 1861, redigiu a história, na primeira pessoa, das aparições que testemunhou. No dia 18 de Janeiro de 1862, Bertrand Sévère Laurence, bispo de Tarbes, reconheceu publicamente as aparições. Em Julho de 1866, Bernadette tornou-se noviça no convento de Saint-Gildard e, em Outubro de 1867, fez a profissão de religiosa da Congregação das Irmãs da Caridade de Nevers. Morreu a 16 Abril de 1897. A 22 de Setembro de 1909 – 12 anos após a morte –, o seu corpo foi exumado e encontrado intacto. Uma urna de vidro com o seu corpo incorruptível encontra-se ainda hoje em exposição na Igreja de Saint Gildard, em Nevers, França. Marie-Bernarde foi canonizada a 8 de Dezembro de 1933 – festa da Imaculada Conceição –, pelo Papa Pio XI, como Santa Bernadette de Lourdes.
Com realização de Jean Sagols, segundo um argumento de Serge Lascar, "Milagre de Lourdes" conta a sua história. Katia Cuq, Michel Aumont, Francis Huster, Francis Perrin, Nicolas Jouhet, Alain Doutey encarnam as personagens.




Sem comentários:

Enviar um comentário