sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Quem não tem Pakula caça com Tom McCarthy


LUÍS MIGUEL OLIVEIRA  04/02/2016

A “linha média” do cinema americano a viver, também como o jornalismo, um tempo de crise.

Quem não tem Pakula caça com Tom McCarthy, cineasta que desde os seus tempos de “independente” tem feito trabalho sóbrio e rigoroso. Falta a O Caso Spotlight aquela multidimensionalidade de um filme como Os Homens do Presidente, a cruzar o olhar sobre o jornalismo com o olhar sobre atmosfera política da época e doseando tudo com um tempero de paranóia (em última análise o grande tema desse filme).

O Caso Spotlight nunca será um grande filme, mas esta sua observação dos valores old school do jornalismo, da investigação como função social do métier, escorada em personagens duma humanidade credível, também é um pouco mais do que apenas escorreita: corresponde a uma “linha média” do cinema americano, ela também, e como o jornalismo, a viver um tempo de crise. Mais do que recomendável.
















Sem comentários:

Enviar um comentário